Luzia vira “cobaia” dos doces e quitutes da vizinha confeiteira, Carmen. A amizade evolui

para uma paixão platônica, que traz um novo sabor para os dias amargos de Luzia.